Distinguida em 1938 como a Aldeia Mais Portuguesa de Portugal, e Aldeia Histórica em 1995, Monsanto dispensa apresentações. Alcandorada num cabeço, Monsanto oferece não só uma inesquecível viagem às origens do nosso país, como uma vista sem igual para as belíssimas paisagens da Beira Interior, de onde se consegue avistar até à Serra da Estrela.

 

Aldeia pitoresca e sem igual em todo o país, Monsanto deve muito do seu singular encanto à sua localização. Esta Aldeia Histórica situa-se a nordeste das Terras de Idanha, e quis a sorte que ficasse aninhada na encosta de uma elevação escaparada (o cabeço de Monsanto), que no seu ponto mais elevado, atinge 758 metros. É por isso que Monsanto oferece uma vista privilegiada sobre a região, que a todos impressiona.

Pelas sinuosas e estreitas ruas da aldeia, que recebeu o seu primeiro foral em 1174, encontramos nos seus edifícios, pórticos, capelas e igrejas pormenores de várias épocas e estilos, desde o manuelino ao gótico e renascentista. A parte mais antiga da aldeia está no ponto mais alto, onde os Templários construíram uma cerca com uma torre de menagem.

Motivos não faltam para conhecer a Aldeia Mais Portuguesa de Portugal: mas onde comer e dormir durante uma estadia em Monsanto? A aldeia tem várias sugestões de alojamento e restauração, ou não fosse uma terra da Beira Interior, onde a arte de bem receber é sobejamente conhecida.

Texto alt automático indisponível.

Encontramos na Rua Marquês da Graciosa, a rua principal de Monsanto, “A Casa Mais Portuguesa”, uma casa típica de aldeia tornada em alojamento local. Com quatro quartos, todos possuem vista para o Castelo ou para a planície, e dispõem de comodidades como WC privativo, ar condicionado e TV.

Texto alt automático indisponível.

“A Casa Mais Portuguesa” inclui, no mesmo edifício, “A Loja Mais Portuguesa – Mercearia e Artesanato”, de Maria Alice Gabriel, onde se encontram as típicas bonecas de trapos (Marafonas), os Adufes, linhos e bordados da região. A loja dispõe ainda de produtos regionais, desde enchidos, vinhos, queijos, doces e pão cozido em forno de lenha.

A imagem pode conter: casa e ar livre

A Casa de Campo Pires Mateus, em Monsanto, é outra das sugestões de alojamento nesta Aldeia Histórica. Criada a partir da recuperação de uma casa beirã do século XX, este alojamento local encontra-se junto ao largo da Igreja Matriz, em pleno coração de Monsanto. A Casa de Campo Pires Mateus é composta por seis quartos temáticos, inspirados em nome de flores ou produtos tipicamente beirãos. Todos os quartos dispõem de WC privativo, ar condicionado e televisão, diferindo apenas na vista que oferecem: o quarto “Jasmim” dispõe de uma varanda, com vista para o adro da Igreja Matriz de Monsanto, enquanto o “Margaça” brinda os seus hóspedes com uma impressionante vista sobre a encosta rochosa da povoação e o “Flor da Giesta”, no ponto mais alto da casa, oferece uma paisagem que se estende até à Serra da Estrela.

Falta ainda falar da Casa de Campo Moinho do Maneio, localizada perto da Ribeira de Bazágueda, a cerca de 30 minutos de automóvel de Monsanto. Em plena natureza, é um relaxante lugar onde são promovidas diversas atividades como reiki, massagens, canoagem, trampolim, passeios pedestres ou de moto4. Um alojamento local que dispõe de piscina, oferece pequeno-almoço e dispõe de várias tipologias de quartos, à medida de cada tipo de hóspedes. Destaca-se o “quarto” Bolha do Maneio, uma espécie de tenda esférica insuflada de ar, posicionada numa escarpa, à altura da copa das árvores, com vista para a ribeira da Bazágueda: aqui poderá dormir sob um maravilhoso céu estrelado, apenas separados por um fino ecrã plástico na frente e no teto.

Para desfrutar de uma boa refeição típica, na Aldeia Histórica de Monsanto encontramos a Adega Típica o Cruzeiro, um restaurante com decoração moderna, com vista panorâmica. A cozinha regional é uma das suas especialidades, razão pela qual uma visita a Monsanto não dispensa a passagem por este restaurante.